Arq. Patrícia Santos Pedrosa (MIARQ/ULHT)

Raul Lino e Nuno Portas: casos portugueses de reflexão sobre e do interior da arquitectura
sinopse

A premissa que gera esta conferência pode ser traiçoeira, principalmente para os arquitectos que se dedicam à investigação em arquitectura. A proposição “sobre” identifica uma certa exterioridade face ao objecto, tida, num contexto de investigação, como algo menos positivo. Porém, sejam aproximações históricas, teóricas ou de outras áreas disciplinares em que a Arquitectura e o território surjam como objectos, parece-nos uma mais valia que investigadores com formação em arquitectura a elas se dediquem. A nossa proposta visa a apresentação de dois casos portugueses, activos durante o século XX, e que, de modo distinto, contribuíram para o conhecimento da disciplina de onde partem e de onde se propõem nunca sair: a arquitectura. Defendemos, nestes dois casos, identificar investigações que sendo “sobre” acontecem, em absoluto, “dentro”.
Em Portugal, a escassez e o surgimento tardio das reflexões arquitectónicas consolidadas diminui a diversidade de propostas e de trabalhos merecedores de atenção. Os dois autores escolhidos – Raul Lino e Nuno Portas – são suficientemente diferentes e profícuos para motivarem uma discussão sobre processos e resultados de investigações arquitectónicas relevantes. Assim sendo, propomos uma reflexão sobre o discurso de Raul Lino (1879-1974) ao redor do habitar português e das investigações sobre habitação realizadas por Nuno Portas (n. 1934). Procuramos construir um mapa destas duas posições, metodologicamente tão distintas, face às preocupações que ambos partilham com a arquitectura doméstica e com a sua múltipla mas necessária adequação.

Sem comentários:

Publicar um comentário